terça-feira, setembro 19, 2006

MINDELACT 2006 - Un vez Soncente era sabe

A abrir o Mindelact 2006 tivemos um musical da autoria de Neu Lopes, um jovem mindelense, numa produção do Sarrom.com.
Esta peça, arrojada na sua estética transportou-nos para a memória daquele teatro dos primeiros tempos teatrais neste país, onde o salão era o palco por excelência. Retrata o universo mindelense no início do século XX. Comédia musical, assim apelida o seu criador, este espectáculo apresenta-nos um drama romântico como linha dramatúrgica, sendo que, passou muito ao de frágil a sua eficácia. Leva a supor que esta história de amor fatal se mostrou mais secundária do que principal, e o público sentiu-se mais agarrado à história das meninas do salão, essa sim, vertente bastante sublinhada e acarinhada pelo público.
Uma abertura original do festival, um género raramente apresentado, com uma recepção francamente optimista. Com elementos de vários grupos de teatro mindelense, cito Solaris, GTCCPM, Sarrom.com, Teatroakácia e Dionisios, este espectáculo apesar da sua deficiente concretização técnica, onde nos deparamos com problemas de som perturbadores e alguma imaturidade do trabalho, conseguiu cativar um público que sem lugar ao tédio assistiu ao seu desenrolar.
Com momentos bastante interessantes, como sejam as coreografias e musicas das nossas meninas do salão, estes tornaram-se eco no festival, e por todo o lado fomos sendo brindados por um «Nôs ê profissional!!!», desde a produção do festival até aos grupos convidados, passando pelo simples espectador, o que demonstra o forte eco que a peça provocou.
Com uma excepcional sonoplastia, nem sempre os actores conseguiram estar á altura dos acordes. Ao nível do movimento, aponto a luta entre o Djo Diabo e Raf criativa e tecnicamente bastante interessante.
A sala estava lotada, e houve um grande número de pessoas que não conseguiram lugar, o que mais uma vez vem reforçar o carácter já quase mitológico deste espaço e tempo chamado Mindelact.

3 Comments:

At 1:46 da manhã, Blogger Tey Alexandre said...

A meu ver, perdes toda a credibilidade se apenas apresentas esta critica. Se nao a estendes a todo o festival, a todas as pecas. Por isso, vou continuar a aguardar...

 
At 11:11 da manhã, Blogger micaelabarbosa said...

ficou feliz que alguém anseie as minhas criticas, obrigada Tey. Todas as peças cabo-verdianas apresentadas no festival terão a sua critica. Nestes dias as publicarei. Um abraço

 
At 5:57 da manhã, Blogger Tey Alexandre said...

Fico contente por saber que a minha espera nao vai ser em vao. E e pena que nao tenhas visto a peca que escrevi e encenei, "Upgrade (bo) Democracia" pelo que por isso nao vai ser possivel fazeres alguma critica. No nosso blog www.sarronpontocom.blogspot.com, vamos por o link para o teu blog, gostaria de saber se e possivel fazeres o mesmo... Um abraco Alexandre Fonseca Soares
PS- Outra coisa que gostaria de saber e se nos conhecemos.?

 

Enviar um comentário

<< Home